sexta-feira, 3 de junho de 2016

Resenha: Drácula - Bram Stoker

Drácula.
Autor: Bram Stoker
Editora: Editora Nova Fronteira
Páginas: 444
Nota: ☆☆☆☆

          


Bom eu acho que todo mundo conhece o personagem, até por que já foi adapitado para incontáveis histórias, mas nem todos sabem o verdadeiro enrredo da história original do terrível Conde Drácula.
Essa história vai ser narrada em forma de  cartas e passagens de diário por vários personagens. Os mais importantes e constantes entre eles são: Jonathan o primeiro a encontrar o Conde em uma viagem de negócios para a venda de uma casa para o mesmo; Mina, noiva de Jonathan que vê o Conde (mesmo ainda não sabendo o quem ele era) em Londres em uma misteriosa noite de sonambulismo de sua amiga Lucy; e o Dr. Seward, o médico que cuida da doente Lucy.
Existem também outros personagens principais importantíssimos na trama, obviamente o Conde, a Lucy que vem a ser a primeira vítima de Drácula, o Dr. Van Helsing que ajuda ao Dr. Seward, Arthur Holmwood e Quincey Morris dois amigos que entram na caçada ao Conde.


Tudo começa quando Jonathan, um agente imobiliário, vai a uma viagem para Transilvânia para agilizar as negociações de venda de uma propriedade a um certo Conde Drácula. Jonathan decide anotar sua viagem em diário para mostrar a sua noiva Mina, mas o que ele não esperava era que o o Conde se mostrar um ser tão estranho, com hábitos noturnos e muitos mistérios. Depois de algumas semanas preso no Castelo do Conde Jonatha presencia uma cena estranhíssima: ao se aproximar de uma janela ele vê o Conde saindo pela janela do andar abaixo decendo pela parede de cabeça para baixo, ele entra em desespero por ver o monstro do qual ele é prisioneiro.
Em seguida a história passa a ser narrada por Mina, que por sua vez fala sobre o estranho comportamento de sua amiga Lucy, que é sonambola. Certa noite ela vê que sua amiga saiu de casa durante a noite e vê ela sentada em um banco na rua, vê também um estranho morcego próximo a ela. Dado esses acontecimentos Lucy fica gravemente doente e a história passa a ser narrada pelo Dr. Seward que junto ao Dr. Van Helsing passam a cuidar de Lucy e descobrem os fatos assustadores sobre o Conde e sobre a sua raça e sua história.

Bom o enrredo principal é esse, qualquer coisa a mais que eu falar sobre a história poderia estragar sua leitura.
Por ser um clássico, com uma escrita formal, a leitura de torna um pouco mais lenta. De início a troca de narradores confunde um pouco mas com o decorrer do livro você vai conhecendo a personalidade dos personagens e essa confusão passa.
Na minha mais humilde opinião se trata de uma história genial, muito bem escredita e descrita nos mínimos detalhes.

Espero que tenha gostado da resenha, até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário